Afilio

50 por cento off extra Banner Categorie Image Banner 728 x 90/_Categorie/Disney/br/728-x-90.jpg

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Chamada de ação mundial para salvar o Rio Tapajós

Com quem está a sabedoria de respeito à natureza?


Selecionamos alguns parágrafos, do que consideramos uma chamada de ação mundial, para a preservação do Rio Tapajós, localizado na Floresta Amazônica e que preserva a maior parte de água de sustentação do planeta em sua bacia hidrográfica, já que é responsável pela quinta parte da vazão de todos os rios da Terra.
Não cabe, portanto, aceitarmos que interesses financeiros venham a colaborar com sua total destruição para as gerações vindouras, já que há variadas formas de se gerar energia mais barata e ecologicamente corretas.
Os nossos pequeninos, são os profissionais do futuro e desde a mais tenra idade, precisam ser orientados pelas famílias e bancos escolares, sobre a real importância da natureza.
Acesse o link (*) abaixo, para uma leitura mais detalhada:
* Deixe o Tapajós viver! - GREENPEACE Brasil
"O Rio Tapajós, no coração da floresta amazônica, é um dos lugares mais bonitos do planeta. É também lar de uma biodiversidade incomparável. Apesar disso, o rio está ameaçado pela construção de uma enorme usina hidrelétrica. Você pode agir agora para impedir esta destruição. 
O povo indígena Munduruku tem sido o verdadeiro guardião da floresta amazônica e do Rio Tapajós por gerações. Entendem a importância de preservar a natureza não apenas para eles mesmos, mas para toda a humanidade. Estamos ao lado dos Munduruku para proteger a floresta e seus rios. Junte-se a nós no movimento para manter o Tapajós vivo.
A bacia do Rio Tapajós é um santuário da biodiversidade. Há centenas de espécies que existem apenas ali. E outras, como o boto-cor-de-rosa, que precisam circular livremente pelos rios da região para sobreviver. Uma hidrelétrica vai destruir este paraíso. Temos de parar isso. Junte-se a nós no movimento para manter o Tapajós vivo.

..."

"O rio Tapajós começa no estado do Mato Grosso e corre na direção do oeste do Pará por 800 km até desaguar no rio Amazonas. Nesse longo trajeto, ele influencia a sobrevivência de milhares de habitantes ribeirinhos e indígenas, além de ditar o ritmo de vida dos moradores das cidades banhadas por ele, como Itaituba e Santarém. O rio e seu regime anual de secas e cheias é a principal fonte de recursos para as comunidades. Mais do que isso: é lar para uma quantidade inestimável de vida e biodiversidade animal e vegetal, protegidas por um mosaico de 10 unidades de conservação e 19 terras indígenas (das quais apenas quatro foram reconhecidas oficialmente). Não é, aliás, sem razão que o Tapajós é considerado prioritário para o Ministério do Meio Ambiente para a conservação do bioma amazônico.
O governo brasileiro tem planos de construir 43 hidrelétricas na bacia do Tapajós. Para isso, ele conta com a participação de empresas internacionais, que fornecem as peças necessárias para as hidrelétricas, e as instituições financeiras, como empresas de seguro e resseguro, essenciais para garantir os altos investimentos necessários para implementar estes projetos. No fim das contas, a ganância corporativa é um elemento fundamental na destruição da Amazônia... "

Nenhum comentário :